Um colaborador enviou a capa do "Jornal Ação Esportiva" de 1986, que trazia como assunto principal, o portesto das mulheres, praticates do karate  que iniciaram uma luta para participar de campeonatos e acabar com o preconceito em algumas academias. Um registro importante de mulheres guerreiras que abriram caminho para atletas maravilhosas que tão bem representam nosso esporte e a Federação Paulista de Karate.
 
Da esquerda para direita, na fileira de pé: Luci Fonseca Nakama, Mirtha Gladys Celayes Silvera, Izilda Antonia de Sá, Cecilia Mina Fukuda e Cleuza Lopes. Ajoelhadas: Maria Aparecida Furlani, Valeria C. Franco, Ivanilda dos Santos e Eliane Altruda
 
"Hoje, as mulheres lutam, fazem historia, trazem medalhas, orgulho de nosso país e exemplos para o Karate Feminino do Brasil. E foi a FPK com seu então presidente Edgar Ferraz que deu início a tudo"   –  Conta  Mirtha Gladys Celayes Silvera, uma das integrantes do movimento.
 
A FPK faz questão de homenagear todas as mulheres da nossa entidade, reverenciar a luta e agradecer o caminho que essas mulheres  registradas na foto, e outras que certamente não apareceram conquistaram com fibra e movidas por um ideal justo que hoje oferece tantos frutos ao esporte brasileiro e principalmente para a sociedade.
LOGIN